Metodologia

"O desenvolvimento científico alterou, há várias décadas, o panorama tecnológico da humanidade. Com a chegada do século XXI, consolidou-se a sociedade da informação e todas as mudanças dela advindas. A política, a economia, a saúde, a educação têm sido diretamente atingidas por estas mudanças e todas as relações do mercado de trabalho sofrem suas interferências. As Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) passaram a ser referência nos setores industriais, comerciais, sociais e de comunicação de massa, além de transgredir conceitos no campo educacional." (Geneton Rocha Galvão, 2011)

"Nessa perspectiva, a melhor forma de ensinar é aquela que propicia aos alunos o desenvolvimento de competências para lidar com as características da sociedade atual, que enfatiza a autonomia do aluno para a busca de novas compreensões, por meio da produção de ideias e de ações criativas e colaborativas. O  envolvimento do aluno no processo de aprendizagem é fundamental. Para isso, a escola deve propiciar ao aluno encontrar sentido e funcionalidade naquilo que constitui o foco dos estudos em cada situação da sala de aula. De igual maneira, propiciar a observação e a interpretação dos aspectos da natureza, sociais e humanos, instigando a curiosidade do aluno para compreender as relações entre os fatores que podem intervir nos fenômenos e no desenvolvimento humano. Essa forma de aprender contextualizada é que permite ao aluno relacionar aspectos presentes da vida pessoal, social e cultural, mobilizando as competências cognitivas e emocionais já adquiridas para novas possibilidades de reconstrução do conhecimento (PCN–Ensino Médio, 1999)." (Maria Elisabette Prado, 2005)